May Cirilo
May Cirilo
May Cirilo

Zezita Matos

Por: | 20/02/2024

Zezita nasceu em uma fazenda em Juripiranga, distrito da cidade de Pilar, interior da Paraíba, em 28 de agosto de 1942. 


Lá ela viveu até seus seis anos de idade. Seus pais eram comerciantes e ela é a filha mais velha de cinco irmãos.


Ela realizou um exame de admissão e foi aprovada no Colégio das Damas em Campina Grande. Os custos com o internato eram muito altos e seu pai não conseguiu mantê-los, mudando-se para João Pessoa em busca de mais oportunidades de trabalho.


Ainda muito jovem, começou a se interessar pelo mundo das artes. Com apenas 16 anos de idade, em 1958, já vivendo na capital João Pessoa, ingressou no time de atores do teatro paraibano, onde consagrou-se como a Primeira-Dama do Teatro Paraibano, título esse dado por um grande amigo seu que virou marca registrada da atriz.


No início, a atriz enfrentou muita resistência de seu pai para frequentar o grupo teatral. Zezita apenas podia ir para os ensaios com a presença de seu irmão, o também ator Everaldo Pontes.


A atriz formou-se em duas graduações, Letras e Pedagogia. Por anos, lecionou no Centro Universitário de João Pessoa e atuou como coordenadora dos cursos de Pedagogia e Letras. Mesmo após sua aposentadoria, continuou se envolvendo em projetos culturais com implantações de saraus de poesias e um clube de cinema dentro da instituição. Zezita também sempre foi muito ativa politicamente. Ela frequentou o grupo da juventude comunista na Paraíba. Por conta disso, precisou ficar por meses escondida na casa de um tio para não ter o mesmo destino que alguns de seus colegas que foram perseguidos, presos, torturados e até desaparecidos durante o Regime Militar Brasileiro.




Todos os campos são obrigatórios - O e-mail não será exibido em seu comentário